GASTRONOMIA DE PORTUGAL

Receitas, História e Eventos!

Pasteis de Belém (a receita secreta)

Como a receita original do Pastel de Belém é guardada a sete chaves pela fábrica, eu fiz uma pesquisa com base no paladar para chegar a esta fórmula secreta. A meu ver ficou bem parecido mesmo.

Massa Folhada:

  • 250g de farinha
  • 150g de margarina para folhados (à venda em lojas de pastelaria)
  • 50g de margarina vegetal
  • 2.5dl de água fria, aproximadamente
  • rolo da massa e espátula
  • 1 pitada de sal
  • farinha para polvilhar q.b.

Creme:

  • 60g de farinha
  • 500 ml de leite
  • 1 pedacinho de casca de limão
  • 1 pau de canela
  • 500g de açúcar
  • 2.5dl de água
  • 7 gemas de ovo

Creme:

Num tacho, desfaça 60g de farinha com um pouco de leite de modo a não criar grumos. À parte, ferva o leite restante com o pau de canela e o pedacinho da casca de limão. Deste este leite fervido, em fio e mexendo sempre, ao preparado de farinha. Mexa bem e dissolva toda a farinha. Leve a lume brando, mexendo sempre com uma colher de pau para não pegar. Assim que levantar fervura retire do lume. Reserve.
Misture os 500g de açúcar com 2.5 dl de água e deixe ferver durante 3 minutos exactos. Após este tempo, retire do lume e misture ao preparado anterior, deixando-o cair em fio e mexendo bem. Com um passador coe bem a mistura e retire a casca de limão e o pau de canela. Deixe arrefecer completamente. Quando já estiver completamente frio (tem de estar mesmo frio), junte as gemas e mexa bem até obter um creme homogéneo. Reserve

Massa:

Numa superfície plana (bancada ou mesa) coloque 250g de farinha e abra uma cavidade ao centro da mesma. Deite nela uma pitada de sal e apenas de 125ml de água (coloque a restante água a pouco e pouco, mas só coloque toda se for necessário). Comece a misturar (enrolar) a farinha no centro com a água, amassando de dentro para fora. Amasse bem até ficar uma massa elástica e homogénea que se descola das mãos (se for necessário acrescente mais água ou farinha). Faça uma bola com a massa, dê um corte em formato de cruz e polvilhe-a com farinha. Coloque num recipiente tapado com um pano (coloque dentro do microondas desligado) e deixe repousar por 30 minutos.
Entretanto, misture as duas margarinas (que devem estar amolecidas em temperatura ambiente) com o auxilio de um garfo e amasse-as bem com o mesmo (coloque um pedaço de uma margarina sobre o pedaço de outra e pressione com o grafo, esmagando-as e fundindo-as) Faça uma massa com as margarinas e divida-a em três pedaços iguais.
Sofre uma superfície enfarinhada, entenda a massa que esteve a repousar, e estenda-a com um rolo da massa até conseguir um rectângulo com espessura muito fina e lisa (3 mm). Muito ao de leve, e com uma espátula, coloque 1 das 3 partes da margarina (reserve os outros 2) sobre a massa e espelhe-a muito bem mas tendo o cuidado de não chegar ás bordas (deixe 0.5 cm da borda sem margarina). Em seguida, dobre as abas da massa para dentro (como se fosse um livro) de modo a que elas se encontrem/fundam ao centro, unindo bem as pontas. Dobre novamente a massa, mas desta vez, una uma ponta à outra no sentido do comprimento.
Estenda novamente a massa em forma de rectângulo e execute o mesmo procedimento que acabou de fazer, faça isto mais duas vezes, usando a restante margarina. Por último, torne a estender a massa com o rolo formando o rectângulo e, com as mãos, enrole no sentido do comprimento como se fosse um charuto e esticando-a o máximo possível à medida que vai enrolando (isto no sentido do comprimento). Em seguida, corte o rolo de massa em pedaços de 3 cm (+/) e coloque-os nas formas (que devem estar previamente untadas com margarina) com a parte cortada virada para cima. Com os polegares, comece a fazer pressão no centro da massa e espalhe-a até aos bordos de forma a que estes fiquem mais grossos, ficando a massa mais fininha no fundo, mas sem a romper (faça este processo molhando frequentemente os dedos em água fria, isto possibilitará uma melhor moldagem). Coloque as formas num tabuleiro de ir ao forno.

Montagem:

Coloque o creme que reservou nas formas (já com a massa) mas não as encha completamente (deixe 2-3 milímetros). Leve a forno pré-aquecido nos 250ºC até ganharem umas manchinhas escuras no creme e a massa estar tostadinha. Depois de cozidos, desenforme (não espere que arrefeça completamente senão será mais difícil de desenformar).
Sirva simples, ou polvilhe com açúcar em pó e/ou canela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *