GASTRONOMIA DE PORTUGAL

Receitas, História e Eventos!

CURIOSIDADES SOBRE O GELADO – GASTRONOMIA DE PORTUGAL

Até o século XIX, o sorvete era considerado alimento de gente rica.

As damas da nobreza chegavam a brigar entre si(puxar o cabelo e sair na unha), porque uma roubava da outra o mestre sorveteiro.
O inventor da máquina de sorvetes foi o florentino Procópio Coltelli, que abriu em 1660 a primeira sorveteria de Paris (o Café Procope), ainda hoje o estabelecimento mais antigo da cidade.
Diz a lenda que Carlos I, da Inglaterra (marido da neta de Catarina), pagava uma pensão vitalícia a seu sorveteiro exclusivo, com a condição de que ele não revelasse a receita para ninguém.
Seus sorvetes, em forma de ovo, tinham a casca de baunilha e a gema de framboesa.

A origem do gelado

Não é clara, existindo várias versões; há quem diga que vem dos Árabes e dos Chineses, Os chineses sempre utilizaram o gelo como forma de arrefecer os alimentos.
Daí à invenção do gelado, misturando neve com polpa de fruta, foi um passo. As caves do Palácio Imperial chegaram a ter armazenados mais de mil blocos de gelo.
No entanto uma coisa é certa: foram os Árabes que trouxeram o gelado para a Europa.
Antigamente o gelado chamava-se ”Sberbeth”, ou seja ”Neve Doce” em árabe, que originou a actual palavra de ”Sorvete”, tratando-se de uma bebida gelada obtida da mistura da neve com mel e sumos de fruta.
Um antepassado do gelado seria conhecido no Antigo Egipto, onde os faraós ofereciam aos seus hóspedes sumo de fruta arrefecido com neve, introduzida numa taça de prata com paredes duplas.

Quando, no séc. IV a.C., Alexandre Magno conquistou a Pérsia, foi por sua vez conquistado por um novo sabor: o gelado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *