GASTRONOMIA DE PORTUGAL

Receitas, História e Eventos!

Torresmos do céu (Alcanena)

No outro dia ao folhear o livro “Doçaria regional portuguesa”, cruzei-me com esta receita. Não foi a receita em si que me chamou a atenção, mas o facto de eu ter uma costela Ribatejana, mais precisamente de Alcanena, de onde estes bolos são característicos… apesar de eu nunca ter dado lá por eles! Alcanena é a famosa terra dos curtumes, uma terra pequena e tranquila, onde passei seguramente alguns dos meus melhores momentos de criança e de onde tenho uma misto de memórias e saudades.

A receita não está tremendamente bem explicada, por isso não sei se o meu resultado final fica sequer perto do doce original. A mim resultaram uns quadrados a atirar para o caramelo, que têm que ser comidos em doses pequenas pois são pesadotes. Mas comem-se muito bem e ficam muito saborosos… Aqui deixo a sugestão:

500g de açúcar (reduzi para 400g)
2,5dl de água
160g de manteiga
1 colher de café de canela
70g de miolo de amêndoa laminada
3 ovos
250g de farinha
Açúcar e canela para polvilhar

Começar por levar o açúcar ao lume, juntamente com a água, até obter um ponto de pérola bem forte (quando depois de mexer o açúcar, se levanta a colher e ele cai em fio, criando bolas pesadas na ponta).

Enquanto isso preparar um tabuleiro pequeno. Untar com margarina, forrar com papel vegetal e untar novamente com margarina. Reservar.

Retirar do lume e juntar a margarina, envolver depressa e juntar todos os restantes ingredientes, mexendo muito bem. Levar novamente ao lume e mexer sempre até a massa se descolar por completo do fundo do tacho.

Colocar a massa no tabuleiro reservado (ou em forminhas individuais), espalhar a massa uniformemente e deixar arrefecer por completo, de preferência de um dia para o outro.

Depois de frio polvilhar com açúcar e canela e cortar em quadrados pequenos. Colocar em forminhas de papel e servir junto do café.

Bom apetite!

Publicada por As receitas lá de casa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *