GASTRONOMIA DE PORTUGAL

Receitas, História e Eventos!

CAPÃO à Freamunde

► Ingredientes:
• 1 capão • Vinho do Porto • Vinho branco • Sal, pimenta • e piripíri • Limão • Alhos • Cebolas • Azeite • Manteiga ou gordura animal • Farófia • Salpicão • Presunto • Chouriço de carne • Carne de vaca • Louro e Salsa •

► Preparação:
• No dia anterior embriaga-se o capão com um cálice de vinho do Porto e, 30 minutos depois, mata-se, depena-se, abre-se e lava-se.
• Coloca-se o capão em água fria com rodelas de limão durante cerca de 1 hora. Depois, escorre-se muito bem e mergulha-se em “vinha d’alhos” (vinho branco, azeite, sal, pimenta e vários dentes de alho esmagados), virando-o várias vezes e esfregando-o por dentro e por fora. Deixa-se marinar assim durante 24 horas.
• Põe-se ao lume uma caçarola com azeite, gordura de porco e cebolas cortadas às rodelas. Quando a cebola estiver estalada, deita-se uma colher de sopa de manteiga, meio quartilho (2,5 dl) de vinho branco, vinho do porto e sal q.b.
• Escorre-se o capão, esfrega-se com este novo molho e prepara-se o seguinte recheio: azeite, cebola, alho, os miúdos do capão, presunto, salpicão, chouriço de carne, um pouco de carne de vaca temperada com vinho branco, piripíri, louro e salsa
• Refoga-se este preparado que, depois de guisado, é picado e bem misturado com “farófia” no resto do molho de o guisar, para ligar bem.
• Enche-se a barriga do capão com este picado e cose-se com agulha e linha para a fechar bem.
• Coloca-se na assadeira, de preferência uma “pingadeira” de barro, e leva-se ao forno a assar durante 3 horas, coberto com papel de alumínio para não queimar.
• Deve picar-se com um garfo de vez em quando, ao mesmo tempo que se rega com o molho da assadeira e vinho do porto. A operação de picar com o garfo deve ser cuidadosa para não ferir a pele que deve ficar estaladiça e loura. E, 30 minutos antes, tira-se o papel para alourar.
• Acompanha-se com batatas assadas e grelos.

►A origem desta prática de castração remonta ao tempo dos romanos que, no ano de 162 a.C., terão proibido o consumo de carne de galinha, para pouparem nos cereais em grão.
• Os criadores de aves descobriram que, após a castração, os galos duplicavam de peso, possibilitando a diminuição do consumo de cereais

(Retirada de “Receitas e Sabores dos Territórios Rurais”, editado pela Minha Terra – Federação Portuguesa de Associações de Desenvolvimento Local, disponível em bit.ly/1NlkqxU)

Fonte: Gastrofolias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *