GASTRONOMIA DE PORTUGAL

Receitas, História e Eventos!

História do prato rei dos portugueses – O BACALHAU

Frota Portuguesa do Bacalhau

Os pioneiros na descoberta do bacalhau foram o povo viking. A escassez de sal conduziu à seca deste alimento para melhor conservação durante as suas longas viagens. No séc. XIV já há relatos de salga em Portugal mas é com a época dos Descobrimentos (XV) que o bacalhau é eleito um dos alimentos imprescindíveis nas frotas marítimas portuguesas.
Entretanto com o desenvolvimento da culinária portuguesa e a chegada de produtos da Índia e do Brasil as variações de pratos de bacalhau multiplicaram-se. Hoje em dia, qualquer restaurante de comida portuguesa tem incluída na sua ementa, pelo menos, um prato de bacalhau.

Foi na Idade Média que ganhou maior relevância, devido ao calendário Cristão, imposto pela Igreja Católica. Nos dias de jejum obrigatório, a carne era excluída da alimentação e, por ser muito barato na época, o bacalhau passou a ser o alimento de eleição do povo para as festas religiosas do Natal e da Páscoa. Ao longo dos séculos, o jejum foi perdendo o caráter punitivo próprio da Idade Média e, embora  ainda se mantenha presente na tradição cristã, hoje em dia encarado como uma opção. Já a tradição de comer bacalhau nas épocas festivas se manteve inalterada, sobretudo na ceia de Natal.

Bacalhau com Todos

Este prato tradicional de Natal é servido às postas, no jantar da consoada, à mesa de praticamente todas as famílias, com batatas, couve (pencas), cenoura, grão e ovos.
Há regiões do país em que, por tradição, se come o Bacalhau Cozido com Todos nas ocasiões festivas de Todos os santos, Natal,  Ano Novo e Dia de Reis.

Ingredientes:

Para 4 pessoas

  • 1 cebola
  • 1 kg de batatas
  • 4 cenouras
  • 4 dentes de alho
  • 4 ovos
  • 4 postas bacalhau demolhado
  • 400 g de grão de bico
  • 750 g de couve
  • azeite e vinagre q,b,
  • sal a gosto

Confeção:

Se o grão for seco, demolhe-o de véspera e coza-o na panela de pressão. Se for embalado, já cozido, basta aquecê-lo antes de empratar.

Ripe as couves, as cenouras e corte as batatas. Reserve.

Coza o bacalhau, com a pele virada para cima, a cebola partida em quartos e os alhos. Depois de cozido, retire o bacalhau, que reservará abafado.

Na água da cozedura do bacalhau, coza as cenouras, as couves e as batatas. Prove a água para retificar o sal, se necessário.

Emprate todos os ingredientes numa travessa e sirva com azeite virgem e vinagre.

Fonte: http://www.cozinhatradicional.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *